quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

VENHA 2010


TIVE QUE SEGURAR MINHA ALMA PARA ELA NÃO IR ALÉM DO QUE CORPO PODIA
Você foi o maior dos meus casos
De todos os abraços
O que eu nunca esqueci
Você foi, dos amores que eu tive
O mais complicado e o mais simples pra mim
Você foi o melhor dos meus erros
A mais estranha história Que alguém já escreveu
E é por essas e outras
Que a minha saudade faz lembrar De tudo outra vez....
Você foi A mentira sincera
Brincadeira mais séria que me aconteceu
Você foi O caso mais antigo
O amor mais amigo que me apareceu
Das lembranças que eu trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto você bem perto de mim Outra vez
Esqueci de tentar te esquecer
Resolvi te querer por querer
Decidi te lembrar quantas vezes eu tenha vontade Sem nada perder
Você foi Toda a felicidade
Você foi a maldade que só me fez bem
Você foi O melhor dos meus planos
E o maior dos enganos que eu pude fazer
Das lembranças que eu trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto você bem perto de mim Outra vez

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009


Por pré conceito a maconha,

Gabeira não ganhou - mas a cada notícia que leio tenho certeza que Eduardo Paes só pode andar drogado !!!

domingo, 6 de dezembro de 2009

Os alunos da professora de primeira série Debbie Moon estavam examinando uma foto de família.
Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos demais. Alguém logo sugeriu que essa criança tivesse sido adotada.
Logo uma menina falou:
- Sei tudo sobre adoção, porque eu fui adotada.
Logo outro aluno perguntou-lhe:
- O que significa "ser adotado"?
- Significa - disse a menina - que você cresceu no coração de sua mãe, e não na barriga!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

ABSURDO - LEIAM

LADRÃO PROCESSA VÍTIMA POR LESÕES CORPORAIS E POR DANOS MORAIS.

Uma ação em tramitação no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte, leva às últimas conseqüências a máxima segundo a qual a Justiça é para todos, mas é uma verdadeira aberração.O pedido de um assaltante, preso em flagrante, e que decidiu processar a vítima por ter reagido durante o assalto, provocou surpresa até mesmo nos meios jurídicos, e foi classificado como uma "aberração" pelo juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo, da 2ª Vara Criminal, que suspendeu a ação.Não satisfeito, o advogado do ladrão, José Luiz Oliva Silveira Campos, anuncia que vai além da queixa-crime, apresentada por lesões corporais: pretende processar, por danos morais, o comerciante assaltado.O motivo: seu cliente teria sidohumilhado durante o roubo.Wanderson Rodrigues de Freitas, de 22 anos, o bandido, diz que se sentiu injustiçado e humilhado porque apanhou dodono da padaria que assaltou. O crime ocorreu na Avenida General Olímpio Mourão Filho, no Bairro Planalto, Região Norte de BH. Por volta das 14h30 de uma terça-feira, Wanderson chegou ao estabelecimento e anunciou o assalto. Ele rendeu afuncionária, irmã do proprietário, que estava no caixa. Conseguiu pegar R$ 45,00.No entanto, quando ia fugir, foi surpreendido pelo dono da padaria, um comerciante de 32 anos, que voltava do almoço."Estava chegando, quando vi minha irmã com as mãos para o alto. Já fui roubado mais de 10 vezes, nos sete anos que tenho meu comércio. Quatro dias antes de esse ladrão aparecer, tinha sido assaltado. Não pensei duas vezes e parti para cima dele. Caímos e, quando outras pessoas perceberam o que estava acontecendo, todos começaram a bater nele, também.Muitos reconheceram o ladrão como autor de outros assaltos da região", conta o comerciante. Ele diz ainda que, pararender a irmã, Wanderson escondeu um pedaço de madeira debaixo da blusa, fingindo ter uma arma. "Pensei que fosse um revólver. Quando a vi com as mãos para o alto, arrisquei minha vida e a dela. Mas estava revoltado com tantos crimes e quis defender meu patrimônio. Trabalhei 20 anos para conseguir comprar esta padaria. Nada foi fácil para mim, e nunca roubei para viver. Chamamos a polícia, e ele foi preso em flagrante por tentativa de assalto "à mão armada", conta.O comerciante acha absurda a atitude do advogado do bandido. "O que me deixa indignado é como um profissional aceita uma causas dessas, sem pensar no mal que pode causar à sociedade. Chega a ser ridículo", critica.Quem parece compartilhar da opinião do comerciante é o juiz Jayme Silvestre Corrêa Camargo. Em sua decisão, eleconsiderou o fato de um assaltante apresentar uma queixa-crime, alegando ser vítima de lesão corporal, uma afronta aoJudiciário. O magistrado rejeitou o procedimento, por considerar que o proprietário da padaria agiu em legítima defesa. Além disso, observou que não houve nenhum excesso por parte da vítima. O magistrado avaliou que o homem teria apenas buscado garantir a integridade física de sua irmã e funcionária e, por extensão, seu próprio patrimônio."Após longos anos no exercício da magistratura, talvez este seja o caso de maior aberração postulatória. A pretensão doindivíduo, criminoso confesso, apresenta-se como um indubitável deboche", afirmou o juiz. Da decisão de primeira instância cabe recurso.Com 31 anos de carreira, o advogado do assaltante, José Luiz Oliva Silveira Campos, está confiante no andamento doprocesso. Ele alega que o cliente sofreu lesão corporal e se sentiu insultado e rebaixado por ter levado uma sova. "A ninguém é dado o direito de fazer justiça com as próprias mãos. Wanderson levou uma surra. Ele foi humilhado e, por isso, além dos autos em andamento, vou processar o comerciante por danos morais", afirma.Ele conta que há 31 dias Wanderson está atrás das grades, no Ceresp da Gameleira, pelo crime cometido no Planalto.Além de justificar a ação, ele desfia um rosário de teorias. "Não vejo nada de ridículo nisso. Os envolvidos estouraram o narizdo meu cliente e ele só vai consertar com uma plástica." "Em vez de bater nele, o dono da padaria poderia ter imobilizado Wanderson. Para que serve a polícia? Um erro não justifica o outro. Ele assaltou, sim. Mas não precisava ter sido surrado", afirma. O advogado acrescenta que sua tese é a de que Wanderson não estava armado, mas "apenas com um pedaço de madeira de 20 centímetros".Ele também culpa o governo pelo assalto praticado pelo cliente. "O problema mora na falta de empregos e na falta de segurança pública. Há câmeras do Olho Vivo pela cidade. Por que o poder público não coloca nas padarias também? Temos que correr atrás de nossos direitos, e Wanderson está fazendo isso. Meu cliente precisa ser ressarcido pelos danos sofridos", diz o advogado.É... Só no Brasil bandido processa a própria vítima...Além das "Comissões" e ONG´s de "direitos humanos", que só defendem os bandidos, nunca as vítimas, agora surge mais essa.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Lentamente
morre o latente
prazer da paixão
se esfria nas inúmeras feiras
em cada coceira da frieira
do ato de estar ao seu lado
Psiu... é secreto
não se comenta nem em casa
só se obrigado
e mesmo assim por decreto
Não cobra o que não foi dado
não pede o que será negado
silencia antes de ser calado
e vai se afastando do brilho
cai esmagado como tomate na feira
comendo apenas a poeira
de mais uma e tão conhecida
DESILUSÃO

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

NO MOMENTO CALADO
PELA TAL DITA DURA
BOM CALADO calado não
confesso que dei...
mais fó só uma gemidinha...ui

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Quem conta
aumenta a espera
e não acresce a soma
porque a surpresa?
o valor revelado
depois de raspado
é Zero
e ele não soma com ninguém
ao menos não abaixo do outro
somente a direita
e mesmo assim
de quem o convém

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Quem inventou o amor?
Me explica POR FAVOR - rsrs
Um dia fui a praia
conheci uma Tatui
agora quero virar areia
EEE - o meu forte é a RIMA !

terça-feira, 6 de outubro de 2009



Um dia encontrei seu retrato
admirado fiquei
estático fixava seu olhar
me pareceu anêmica
resolvi então te pintar
constatei que minhas cores
não a afetavam
haviam folículos de tijolo
que só com o dorso da mão
os consegui tocar
e meus dedos inversos
por uma condição imposta
não os conseguia retirar
do outro lado do muro
a foto fazia festa
quando se retocava
com batom, blush, rímel e purpurina
hoje te encontro cansada de tanto se maquiar
e te pego dizendo
que se tornaria apenas um rascunho
se preciso
para poder sentir a alegria de outras cores
a te completar
e percebo hoje que todo retrato
que se fecha em moldura
acaba em cima de um móvel
só para enfeitar
se jogue da estante, prateleira ou armário
se arrisque na queda
torça para o vidro quebrar
e por mais que isso não aconteça
e continue presa
alguém vira lhe buscar
e quem sabe agora desarmada e desprovida
de tantas certezas
ele consiga te olhar nos olhos
e te libertar

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Entre o sonho e a realidade
não é só o caminho que é longo
as vezes a fé nos falta
o tempo sempre costuma ser curto
ele impõe quase um prazo para a conquista
e nos exige preparo físico de maratonista
Entre o sonho e a realidade
não existe um melhor
mas sim o que você precisa
para continuar em frente
sem olhar pra trás
e a alternância entre eles
é o que nos dá o equilíbrio
ora para livrar a razão do cotidiano
ora para livrar a emoção da insanidade
Entre o sonho e a Realidade
ambos exigem sofisticação e simplicidade
muitas vezes para sonhar
precisamos ter o pé no chão
e as vezes para viver
deixar as asas fora do alcance das mãos
e o encontro dos dois
eu chamo de FELICIDADE

sábado, 19 de setembro de 2009




uma experiência divina

uma centelha de Deus

jogada no meu pequeno universo

fez com que meus sentimentos explodissem

e renovassem meu mundo

e hoje sou novamente

alegria, ternura, vida, força e luz

porque tenho em você toda a energia necessária para ser maior e melhor

Você me ensina e me inspira

me afaga e me protege

me aconselha e me elogia

me ampara e me guia

É mulher, amiga, menina, amante

rezo que seja minha eterna companhia


quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Abaixo do vento
esta meu corpo
quieto
observando os sons que passam
em silêncio
valsa conhecida e nova partitura
se confundem nesta noite
uma me pede pra ficar
a outra me convida pra dançar
mas já conheço essa valsa
e para ela
sou mais um no rodízio obrigatório em seu salão
me levanto
a nova música me olha
me envolve
gira em minha volta
e me estende as mãos
e seguindo seus passos
confio os meus em outra direção

Nunca me esquecerei da valsa
sempre a terei com admiração
mas o ritmo da minha alma agora é outro
não quer mais ter que esperar
e muito menos só observar sua dama
e dançar sozinha
decidida então
alinha seus pés em marcha
e deixa a alegria do samba
Inundar seu coração
Cada melodia tem o seu compasso
E eu adapto a elas minha canção

terça-feira, 8 de setembro de 2009

A TARTARUGA DE DARWIN

A TARTARUGA DE DARWIN

11.09 à 15.11 - Teatro SESI - 19:30 HS


"Viver é Adaptar-se"

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Você foi... ou é ?

Você foi o maior dos meus casos
De todos os abraços
O que eu nunca esqueci
Você foi, dos amores que eu tive
O mais complicado e o mais simples pra mim
Você foi o maior dos meus erros
A mais estranha história Que alguém já escreveu
E é por essas e outras
Que a minha saudade faz lembrar De tudo
outra vez....
Você foi A mentira sincera
Brincadeira mais séria que me aconteceu
Você foi O caso mais antigo
O amor mais amigo que me apareceu
Das lembranças que eu trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto você bem perto de mim
Outra vez
Esqueci de tentar te esquecer
Resolvi te querer por querer
Decidi te lembrar quantas vezes eu tenha vontade Sem nada perder
Você foi Toda a felicidade
Você foi a maldade que só me fez bem
Você foi O melhor dos meus planos
E o maior dos enganos que eu pude fazer
Das lembranças que eu trago na vida
Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim sinto você bem perto de mim
Outra vez

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Nos dias antes do D
há sempre névoa
dificultando prever
se virá sol ou treva

quarta-feira, 19 de agosto de 2009



O trabalho
sem recompensa?
marcas no corpo
da força extra feita
por um propósito cego
o espaço invadido
silêncio rompido
laços escondidos
sanguineos
que se permeiam
junto com o passado
um novo firmamento
pequeno, indefeso
alvo de olhos azuis
que conquista a cada risada
que emociona com seus grunhidos
enquanto agarra desesperado
por meus cabelos
ou morde minha mão e me baba
que aquieta seu choro
em meus braços
ou se confia ao sono
junto do meu peito
esse projeto de homem
outrora semente

HOJE ESPERANÇA


sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O mar tomou o céu
e me encheu de luz
sou super poderoso
em dias tão azuis
saco minha boiná
e meus óculos escuros
que super seria eu
se não saisse
DISFARÇADO

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Vinha distraído e formal
quando passei por ti
meu corpo para
meus olhos te seguem
nos damos as mãos
pura formalidade
mas ao toque
reagimos entusiasticamente
perguntas ficaram no olhar
respostas vieram mais tarde
quando deitados juntos
não conseguiamos nos separar

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Extorsão

Esta impregnada
nas veias
parece condição
inquestionável
pra ser um bom
servidor público
são iguais as baratas
você elimina um
já vem outro em seu lugar
e nessa pirâmide
todos têm seu lugar
Dos maus exemplos
de quem comanda
aos operários
que gentilmente querem lhe ajudar
e nessa corrupção maldita
que nos atinge
com lesão
me faz acreditar
que um dia serei preso
só porque levantei cedo
para ir trabalhar

quarta-feira, 29 de julho de 2009


Receba meu beijo

no silêncio desta noite

Embora outros já lhe tenha dado

esse eu guardava

pra quebrar o silêncio

que acompanha meus passos

domingo, 26 de julho de 2009

No erro
Na espera
Eu sei que é amor

No silêncio
Na voz austera
Eu sei que é amor

Na vadiagem
Na castidade
Eu sei que é amor

Há muito queria voltar
a pronunciar teu nome,
penetrar em seus olhos,
cheirar teu corpo,
voltar a ver teus gestos
a me chamar a atenção,
saber que meus passos
não estavam sozinhos.
Ter a certeza
que entre nós
há muito carinho.
Uma vitória !
Nada é em vão !
E se mesmo que
meu desejo
quisesse lhe beijar a boca
rasgar tua roupa
e te amar no chão,
ter estado de volta
em tua morada
já me conforta o peito
e o tesão
que me acelerou as veias
aguarda
por melhor ocasião.
sentado no presente
me permito
olhar para o futuro
com o passado ao meu lado
passado este
que é tão presente
quanto as incertezas do futuro
mas isto são apenas bobagens
rimadas
da minha imaginação

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Uma fagulha
mesmo escura
explode
e retira a cobertura
de gavetas
que a mostra
voltam a exalar
marcas antigas
amanhã o encontro
de feridas
ou de uma vez
no calor se
cicatrizam
ou no frio
se tornam
inimigas

segunda-feira, 20 de julho de 2009

TO AFIM DE TE AMAR


A força e a curiosidade dos seus olhos
O movimento e a maciez do seu corpo
O toque seguro porém perdido de suas mãos
O tremor de suas pernas
Os suspiros e a febre que lhe tiram a razão

Ter você entregue e dominada
por meu demônio
que te persegue e a envolve
no campo de batalha
ate te ver
perdida, suada, cansada e
embora cativa, sorri
E tenho a certeza que mesmo
que por alguns minutos,


FOSTE MINHA !

sábado, 18 de julho de 2009

Me entorpeci
com apenas 4 doses
não interessa de que
esse é o resultado
de fome e solidão
durante a madrugada
Me enlouqueci?
sim, por diversas vezes
eros e psique
por noites acordado
esperando minha paixão
que não vinha por nada
Se me esqueci?
se uísque malteses
me levam a ténue
loucura de um viciado
a minha razão
me tira da estrada
ainda guardo o pó
em meus sapatos
do chão da sua casa
e quando bater
a saudade
os deixo seguir
seu caminho de volta
e mais nada

quinta-feira, 16 de julho de 2009

terça-feira, 14 de julho de 2009

domingo, 12 de julho de 2009

lamento canto
catártico
que toca
na canção
sem letra
que espreita
o peito
atônito
que infla
e com
força
grita:
É SÓ ISSO

Não faz sentido, só precisava desabfar - UFA ...- me sinto um pouco melhor

Cada árvore podada
é como arrancar a moldura de poesia
da fachada de nossa morada
é tirar da rua
o abrigo dos que cantam
sem nada receber
e nos avisam com alegria que é dia
antes mesmo do sol nascer
é tirar o alívio do calor
e o frescor da brisa
é tirar a pausa
do dia-a-dia
dos nossos olhos
a magia simples da vida

Podar uma árvore
é como arrancar

desfolhar

um Machado da estante

apenas para caber melhor

os livros de geometria

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Homenagem a E.M.

DE TODA TERRA EM QUE ANDA
O MAR SÓ DANÇA CIRANDA
NA ILHA DE ITAMARACÁ

E QUANDO O MAR CIRANDEIA
EU CIRANDEIO NA AREIA
EU CIRANDEIO NO MAR

ACHEI NA PRAIA UM MARISCO
COM A LETRA DO NOME DELA
DO LADO EU FIZ UM RABISCO
BOTANDO A MINHA CHANCELA

TIREI DA PALHOÇA UMA PALHA
FIZ UM CORDÃO DE PALMEIRA
FIZ DO MARISCO A MEDALHA
PRO COLO DA CIRANDEIRA

ENTREI NA RODA DA SORTE
BRINQUEI DE RODA COM ELA
A MOÇA É DE CASA FORTE
EU SOU DE CASA AMARELA

MAS FOI NA CASA DE LIA
NUMA CIRANDA PRAIEIRA
QUE EU VI MINHA ESTRELA-GUIA
NOS OLHOS DA CIRANDEIRA

(Lenine - Ciranda Praieira)

quarta-feira, 8 de julho de 2009

"Não acredito no inferno, acredito no desemprego"

Dustin Hoffman em Tootsie

segunda-feira, 6 de julho de 2009

PARATY - 2009



Quando subi no palco
Minha voz ecoou
Como a imensidão do mar
E a força das minhas palavras
Criaram ondas
Que atingindo ao último espectador
Voltaram para mim em forma de rédeas
E eu tinha a multidão em minhas mãos

domingo, 5 de julho de 2009


Eu tenho um segredo:
possuo um demônio dentro de mim,
mas isso não é um erro
quem é que não o tem?
Se você não conhece o seu,
CUIDADO !
Ele pode estar mais presente
do que lhe convém,
Nesse exato momento
pode o estar alimentado
e chamando de meu bem.
Corra para o espelho e marque
uma hora de psicanálise,
e não se assuste ao perceber
em você personificada a maldade.
Se isto acontecer, relaxe!
Saia de casa, corra
tome um gatorade, banho
e durma o resto da tarde,
esse foi apenas o começo
da sincera realidade.
No mundo que vejo
Não encontro onde estou
Os meus sonhos
A realidade tirou
Tudo que eu apreço
Pago mais do que vale
Sem fixo endereço
Fico sem identidade

sábado, 4 de julho de 2009


Desculpe a quem sempre tiro meu chapéu
querido Cartola
é cedo sim
mas que amor?

dele ficam:
sujas minhas mãos de tinta;
secos meus olhos fixos;
vazio meu corpo estático;
preenchidas várias folhas antes em branco;
voos pela madrugada;
ancoro em portos duvidosos.

Atormentado pelo resquício
da obsessão
que não cessa
da obturação
que não feita
que durante a madrugada
resolvem me atacar
me deixando atônito
tenso, ligado
e tanto pra uma
quanto pra outra
não tenho para quem ligar
pois quem eu queria
que me atendesse
não tem interesse
em me curar


É amigo
comecei a entender a vida
estou arrumando as malas
e esperando sempre
pela próxima partida.

quinta-feira, 2 de julho de 2009


Amanhece
mas não me ilumina

há música
mas a dança não é para mim

A valsa toca
não me tiram pra dançar

será que meus passos
não são mais adequados?

se fios me caem da fronte
e a cada manhã
enfeitam minha almofada
querem que eu aceite
que um punhado de mechas
diga que de moço
já não tenho nada

Hoje teve festa
mas dela só ouvi falar
não me convidaram
remanejaram
outros pés em meu lugar
e através das palavras
desse outro... vejo o salão
e imagino a platéia alucinada
cercando emocionada
aquela que um dia
já bailou pelas minhas mãos

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Na falta de ocupação... solidão
Na falta de trabalho... descanso
Na falta de atenção... mágoa
Na falta de Beijos... conversa
Na falta de sono... olheiras
Na falta de sexo... desejo
Na falta de sucesso... sonhos
Na falta de sorte... esperança
Na falta de amor... silêncio
na sua falta... imcompleto

sexta-feira, 26 de junho de 2009


Não me acorda do sonho

me deixa dormir em seus braços

uma chave é pra dentro

outra pra fora

me deixa curtir esse momento

de euforia até a aurora

beijos intermitentes

completam a alforria

Foda-se que chove lá fora

em mim só cabe ALEGRIA!

terça-feira, 23 de junho de 2009

No mundo que vejo
Não encontro onde estou
os meus sonhos
a realidade tirou
tudo que eu apreço
pago mais do que vale
sem fixo endereço
fico sem identidade

domingo, 21 de junho de 2009

As horas passam repetidas
o que as mudam um pouco
é a quantidade de álcool consumida
quase não as pecebo passar
pois junto com elas estou em procissão
sentado no ônibus, em pé,
escrevendo ou em oração
Tem feito mais frio ou é
consequência da solidão?
Estar em evidência no meio da roda
é não ter ninguém a lhe segurar a mão.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

SUSTENTABILIDADE

Todo mundo pensando em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que pensarão em deixar filhos melhores para o nosso planeta?

sexta-feira, 12 de junho de 2009


"SOU FILHO DA TERRA E DO CÉU

DAI-ME DE BEBER

QUE TENHO UMA SEDE SEM FIM"

When you wish upon a star - Louis Armstrong

When you wish upon a star
Makes no difference who you are
Anything your heart desires
Will come to youIf
your heart is in your dreams
No request is to extreme
When you wish upon a star
As dreamers do
Fate is kind
She brings to those who love
As sweet fullfillment of their secret drowns
Like a boat out of the blue
Fate steps in and see's you through
when you wished upon a star
Your dreams come true

terça-feira, 9 de junho de 2009

Quase um Segundo - CAZUZA

Eu queria ver no escuro do mundo
onde está o que você quer
pra me transformar no que te agradano que me faça ver
quais são as cores e as coisas pra te prender
eu tive um sonho ruim e acordei chorando
por isso eu te liguei
será que você ainda pensa em Mim?
Será Que Você Ainda Pensa...?

As vezes te odeio por quase um segundo
depois te amo mais
teus pelos teu gosto teu rosto tudotudo que não me deixa em paz
Quais são as cores e as coisas pra te prender
eu tive um sonho ruim e acordei chorando
por isso eu te liguei, será que você ainda pensa em mim?
será que você ainda pensa?

quinta-feira, 4 de junho de 2009


Dê o primeiro passo na fé.
Você não precisa ver a escada inteira, apenas dê o primeiro passo

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Entre o não fazer drama e não ter vontade de rir

Sem a menor pretensão abrimos o pano para participar de mais uma esquete;
Mas era tão boa que acabou virando uma cena e tanto, depois a transformamos numa peça, num curta e que infelizmente não chegou a virar longa; Por incrível que pareça não por problemas financeiros, mas por divergirem as ambições artísticas dos atores.
Ela achou que o que tinha já era suficiente, igualmente razoável a outros papéis que já fizera e não quis dar uma outra chance ao ator que por ansiedade errou o movimento de uma cena a estragando por completo – ele assume; Enquanto ainda vê a possibilidade de fazerem a produção mais grandiosa de suas vidas. Mas os argumentos e nem as emoções contidas não são suficientes e ela fecha o pano, ele tenta continuar sozinho na esperança que ela volte, e até que acontece dela gravar mais algumas pequenas cenas mas em seguida volta a fechar o pano. Já em casa mas sempre pensando na possibilidade do filme, fica sabendo que sua grande parceira já começa a ensaiar outra peça e por mais que não queira, ele chora!

E tenta através de catarses se acostumar que sua grande parceira será daqui pra frente apenas uma colega de trabalho e que para vê-la, tê-la, terá que ser público ao invés de ser palco.

E sonha com o dia em que os dois já grandes estrelas possam retomar sua história e acabar de gravar com um final feliz tudo que começaram!

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Baader-meinhof Blues

A violência é tão fascinante
E nossas vidas são tão normais
E você passa de noite e sempre Vê apartamentos acesos
Tudo parece ser tão real
Mas você viu esse filme também
Andando nas ruas
pensei que podia ouvir
Alguém me chamando, dizendo meu nome
Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodê
Essa justiça desafinada
é tão humana e tão errada
Nós assistimos televisão também, qual é a diferença?
Não estatize meus sentimentos
pra seu governo
O meu estado é independente
Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodê

domingo, 17 de maio de 2009


Pensar em palavras.
Não parece fazer sentindo ter atitude.
vontade e desejo? ah sim,
esses são constantes.

É estranho ser feliz
só com a ilusão do que poderiamos ser.

A verdade é: continuo cego
continuo fingindo não ver
que o que é, sempre foi
comigo sempre foi diferente,
ou melhor, indiferente.
Quando me perguntava: quem sou eu?
Nunca soube o que responder,
pois sempre estive escondido.

Pois se de mim
me fiz você
fui tolo
o que não me deixa nem um pouco arrependido

Pois viveria tudo de novo
só para tentar;
E dessa vez,
não a teria perdido.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Era pra ser homeopática as doses
mas entornei o vidro todo para dentro
agora segura a onda
o ritmo esta frenético
e os efeitos colaterais:
Estou rico
de carro novo
tomando champanhe numa cobertura com piscina

domingo, 10 de maio de 2009

SAUDADE


Quando o pensamento se ocupa
o corpo trabalha
a alma acompanha

mas não há como frear
o que em meu peito
não se cala

não adianta tentar enterrar
no primeiro sopro mais forte de vento
ele fica a mostra


eu olho pra ele
é meu sentimento
e não o vou matar


Queria que ele estivesse passeando
de mãos dadas
entre risos e brincadeiras


mas esta sufocado
pelas mãos da asneira

No cume do ciúme
entreguei a meus queixumes
a faca afiada
pra cortar o laço que de mim
a separava


mas acabei cego de raiva
me soltando de quem mais amava

e fui pra tão longe...


sexta-feira, 8 de maio de 2009


Não vou viver, como alguém que só espera um novo amor
Há outras coisas no caminho onde eu vou
As vezes ando só, trocando passos com a solidão
Momentos que são meus, e que não abro mão
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar, e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora


Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
Eu vou lembrar você


É mas tenho ainda muita coisa pra arrumar
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar, e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Sigo Sereno


Por maior que seja a queda, ela para
todos os rios vão dar no mar
ou seja em algum ponto da imensidão
as águas voltam a se encontrar

domingo, 3 de maio de 2009

One

Is it getting better
Or do you feel the same?
Will it make it easier on you now
You got someone to blame?

You say
One love, one life
When it's one need
In the night
One love
We get to share
It leaves you, darling
If you don't care for it

Did I disappoint you
Or leave a bad taste in your mouth?
You act like you never had love
And you want me to go without

Well, it's too late
Tonight
To drag your past out
Into the light

We're one
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other
One

Have you come here for forgiveness?
Have you come to raise the dead?
Have you come here to play Jesus
To the lepers in your head?

Did I ask too much?
More than a lot?
You gave me nothing now
It's all I got

We're one
But we're not the same
Well
We hurt each other
Then we do it again

You say
Love is a temple
Love is a higher law
Love is a temple
Love is a higher law
You ask me to enter
But then you make me crawl
And I can't be holding on
To what you got
When all you got is hurt

One love
One blood
One life you got
To do what you should
One life
With each other
Sisters, and my brothers

One life
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other

Se eu fosse inteligente, Senhor

Se eu fosse inteligente, Senhor
não julgaria ninguém; seria capaz de perceber que cada pessoa é um mistério.
Se eu fosse inteligente, Senhor
não julgaria ninguém; seria capaz de compreender que ninguém está acabado, que ninguém esta petrificado; seria capaz de sentir que a tua criação continua no mias profundo de cada ser.
Se eu fosse inteligente, Senhor, nem a mim mesmo eu julgaria: por acaso sou eu capaz de desvendar meu próprio enigma?
Se eu fosse inteligente, Senhor, não julgaria ninguém; seria capaz de respeitar o mistério que é o outro, o mistério que sou eu.
Saberia que só tu vês o que ninguém vê, que só tu podes julgar e, ao mesmo tempo, amar.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Eu tenho o poder de mudar qualquer coisa, porque sou eu quem escolho meus pensamentos e vivêncio meus sentimentos.
Eu crio meu universo à medida que avanço.
Dei o primeiro passo na fé, eu não preciso ver a escada inteira, apenas dei o primeiro passo.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

When you look me in the eyes

If the heart is always searching
Can you ever find a home?
I've been looking for that someone
I'll never make it on my own
Dreams can't take the place of loving you
There's gotta be a million reasons why it's true

When you look me in the eyes
And tell me that you love me
Everything's alright
When you're right here by my side
When you look me in the eyes
I catch a glimpse of heaven
I find my paradise
When you look me in the eyes

How long will I be waiting
To be with you again
I'm gonna tell you that I love you
In the best way that I can
I can't take a day without you here
You're the light that makes my darkness disappear

When you look me in the eyes
And tell me that you love me
Everything's alright
When you're right here by my side
When you look me in the eye
I catch a glimpse of heaven
I find my paradise
When you look me in the eyes

Every day, I start to realize
I can reach my tomorrow
I can hold my head up high
And it's all because you're by my side

When you look me in the eyes
And tell me that you love me
Everything's alright
When you're right here by my side

When I hold you in my arms
I'm loving this forever
I just got let you know
I never won't let you go
Cause when you look me in the eyes
And tell me that you love me
Everything's alright (it's alright)
When you're right here by my side (by my side)
When you look me in the eyes
I catch a glimpse of heaven
(Oh) I find my paradise
When you look me in the eyes

domingo, 26 de abril de 2009

O tal do Amor

Me surpreende ver todas as suas manifestações
me assombra senti-lo
e no entanto não o desejo que parta
uma vida, um ritmo, pensamentos
e tudo que te é certo ou parece ser o mais correto
pode ser cooptado
é assustador

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Esconder a alma
Fugir do corpo
Sou capaz de amar
mesmo sabendo que sonhos
podem ser quebrados

terça-feira, 21 de abril de 2009


A angústia que me fez compania
foi o começo da revelação
que me deixou na agonia
ouvi atento tudo que sua boca me dizia
e em cada vírgula , ponto e oração
o motor em meu peito se recolhia
disse com bravura
o pouco que me cabia
e contive o pranto
que eu merecia

como poderei dizer te gostava, te queria
meus verbos são todos
presentes e se renovam
dia após dia

mas se precisa de um intervalo
de mim você o terá
só não se esqueça
que ele tem dia e hora
pra acabar

domingo, 19 de abril de 2009

Quanto tempo o tempo disse
Que vai ter para você
Quantas vidas você quer
Para aprender a viver
Tantos sonhos irreais
Não te fizeram perceber
Que os seus amores desiguais
Não foram feitos pra você
De que vale sua vida,
Se o seu amor não é você
Porque nada nesse mundo
É capaz de te dizer
Que um amor assim não tem preço
Se você, não souber se amar não vai poder
Amar alguém

terça-feira, 7 de abril de 2009

Pontes para:
Pensamentos
Olhares
Bocas
Corpos
Corações e,
Almas.

Onde se é 1, elas transformam em 2.
A ligação é imaginária
e a comunicação é sensorial,
mesmo não sendo físicas
elas são sólidas e notáveis,
e continuam existindo
mesmo quando imperfeitas.
Não dá para mentir
ou negar suas existências,
sei que assim como eu
as sente em todo lugar.
Estou a consertá-las
para que elas possam
cumprir seu objetivo
de nos unir e nos encontrar.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Já não dá mais pra viver
Um sentimento sem sentido
Eu preciso descobrir
A emoção de estar contigo
Ver o sol amanhecer
E ver a vida acontecer
Como um dia de domingo