quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Era apenas um menino
que brincava nas escadas de seu prédio de 3 andares
e tinha além de seu irmão mais um amigo
e dividiam aos domingos as alegrias e aventuras
que eram possíveis com pedaços de caixas e bonecos de plástico
e nos poucos degraus que lhes eram permitidos
viajavam
as vezes era uma releitura de alguma história criada no domingo anterior
as vezes alguém ousava usar mais alguns degraus ou um pedaço do corredor
o nome do amigo nunca soube ao certo
lhe chamava angel ( eles já estavam presentes desde sua infância )
o máximo que que saia do chão
era quando seus pés estavam sobre os pedais da bicicleta

É curioso como não mudou muito
Por isso se mantêm até hoje pueril
e continua escrevendo suas memórias de criança

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Motivos para louvar o C A R N A V A L




OBRIGADO DEUS !!!




Uma flor esperando para ser colhida...
e foi !
Pelo ESTANDARTE DE OURO.
PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS !!!

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010


sem motivo pra desmotivar,

com os olhos bem abertos e a boca pronta para o beijo

eu recebo de peito aberto na alma quem sabe me amar.

Eu só me Cor do textoperco se for de amor, e só por ele eu vivo!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

"...os desastres da vida frequentemente são o gênio do inconsciente, forçando nosso ego a uma nova experiência..."

( WE - Robert A. Johnson )

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010


Barcos ao mar
são para ganhar o horizonte

Ventos definem caminhos
no oceano

a espera é a única certeza.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010


Quem mora no morro dos macacos tem proteção a preço de Banana?
Rasga a seda
rasgue o luto
rasgue o chão
só não rasgue por favor seu coração

Acalme a pena
sorria mais
escute o mundo
Deixe a língua solta para novas sensações

Arrepie os pelos
use várias tintas no cabelo
Ajoelhe, reze e ore
mas sempre em agradecimento, nunca pra pedir perdão

Extasie-se com o calor
banhe-se na praça
aproveite a xepa
e cale a boca com pastel e caldo de cana

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010


Despertei sonolento e ainda entorpecido
por sua alma que se confundia a minha
pelo meu corpo marcado
de sua boca, unhas e dentes
por sua respiração que em meus ouvidos continuava ofegante

no 1º passo para fora do quarto
fui banhado de intensa luz
que não me permitia esconder
nenhuma marca da felicidade
feita sobre minha pele
e desse jeito sem vergonha
coloquei meus óculos escuros e saí nú
e quanto mais devasso me mostrava
mais o sol me testava
me ardia, me suava
e no calor a desejava;
E do alto das árvores
as folhas caíram em forma de beijos
cobrindo meu desejo
e me protegendo da inveja do mundo.



"QUERO TODO DIA O QUE ESTOU SENTINDO AGORA, AMOR ABSOLUTO"